2021-06-07 09:51:00

Governo Regional vai transformar a Escola Profissional das Capelas em Centro de Qualificação dos Açores




O Governo Regional dos Açores anunciou, esta sexta-feira que vai proceder a um forte investimento na Escola Profissional das Capelas, através da intervenção quer ao nível das infraestruturas, quer dos equipamentos, por forma a transformá-la num Centro de Qualificação dos Açores, de elevada competência técnica tendo em vista a qualificação dos açorianos para a empregabilidade.

As intenções do Executivo Açoriano, que fazem parte do cumprimento de uma prioridade estratégia definida, foram reveladas nas Capelas, pela Secretária Regional da Educação, Sofia Ribeiro, e pelo Secretário Regional da Juventude, Qualificação Profissional e Emprego, Duarte Freitas, após uma visita àquele estabelecimento de ensino.

“O Governo Regional considera fundamental dotar as escolas, professores e os alunos dos meios necessários e adequados para a promoção do sucesso escolar”, afirmou, na ocasião, a Secretária Regional da Educação.

“É preciso criar condições para potenciar o desenvolvimento das aptidões e vocações profissionais dos Açorianos”, salientou.

Por sua vez, Duarte Freitas declarou que o Governo dos Açores vai submeter ao Parlamento Regional uma proposta para passar a tutela da Escola Profissional das Capelas para a Secretaria da Juventude, Qualificação Profissional e Emprego, conforme estipulado na orgânica do XIII Governo Regional.

“No contexto atual, em que o abandono escolar, dos jovens entre os 18 e os 24 anos, apresenta valores elevados, impõe-se a revitalização da Escola Profissional das Capelas, reorientando-a para o século XXI, bem como, a otimização de todo o ensino profissional na Região dirigido para a formação inicial de jovens e formação ao longo da vida para públicos adultos”, frisou o governante.

O Secretário Regional da Juventude, Qualificação Profissional e Emprego referiu, também, que a introdução do ensino DUAL nos Açores vai tornar os percursos formativos mais atrativos e permitir que a formação profissional seja desenvolvida em contexto de trabalho mais intensivo.

“Estamos a falar na promoção de uma abordagem pioneira sobre a formação profissional, que resulte numa mão de obra qualificada, que hoje é cada vez mais determinante, para a competitividade das nossas empresas, face aos desafios que enfrentam com as novas dinâmicas de mudança, promovidas pelo impulso da modernização digital”, concretizou.




DÚVIDAS?
CONTATE-NOS

Governo dos Açores - Direção Regional de Qualificação Profissional e Emprego

Copyright - 2007-2021


Made in